fbpx

Como se assumir gay e abordar esse tema na família e no trabalho?

4 minutos para ler

Sabemos que descobrir como se assumir gay é um processo que, para muitos, é difícil e conta com alguns desafios, especialmente por haver o receio de perder o apoio e o respeito de determinadas pessoas no ambiente familiar e de trabalho.

Esse medo é normal porque, além de ter que passar por um processo de aceitação interno, os LGBTQI+ precisam enfrentar a sociedade, que, no Brasil, ainda hoje, é preconceituosa e, portanto, a rejeição e a discriminação são reais em muitos casos.

Se você deseja saber como se assumir gay e abordar esse tema com outras pessoas, acompanhe o post que vamos ajudá-lo. Continue a leitura e confira!

Como se assumir gay para as pessoas do seu convívio?

Ao mesmo tempo em que os avanços sociais vêm amenizando esse dilema, o preconceito contra LGBTQI+ existe. Contudo, assumir-se gay é um processo de autolibertação e que deve ser feito em benefício próprio. Por isso, veja, a seguir, o que fazer em cada ambiente para assumir a sua sexualidade perante outras pessoas!

Na vida pessoal

É claro que existem determinadas coisas que não precisam — e nem devem — ser compartilhadas com os pais e outros familiares, como detalhes da vida íntima. No entanto, é preciso ressaltar que há uma grande diferença entre privacidade e segredo, afinal, esconder a sexualidade é como esconder parte do que você é.

Dessa maneira, o primeiro passo para se assumir gay no ambiente familiar e para os amigos deve ser se sentir bem com o fato de ser homossexual antes de compartilhar essa informação com os demais, afinal, se você não estiver confiante, eles podem fazer perguntas que podem deixá-lo com ainda mais dúvidas.

Depois, é recomendado contar, inicialmente, para uma pessoa-chave que você já sabe que não tem preconceitos para ajudá-lo durante todo o processo, como um irmão ou um primo, uma vez que é importante ter alguém de confiança o apoiando nesse momento.

Por fim, basta planejar o local e o momento apropriados para dar a notícia, como um lugar em que vocês tenham privacidade, preferencialmente em casa. É válido ressaltar que não existe uma fórmula definida e tampouco exemplos a serem seguidos. Cada caso é particular, e cada indivíduo conhece os seus limites e de seus familiares, sendo que, para alguns, o processo pode ser extremamente simples, enquanto outros podem enfrentar mais dificuldades.

No ambiente de trabalho

Atualmente, muitas empresas já adotaram políticas de diversidade, mas essa ainda não é a realidade de todas as companhias e, por essa razão, assumir-se gay no ambiente de trabalho pode ser ainda mais complicado, já que envolve uma relação profissional, e ninguém deseja ferir a própria carreira.

Apesar de contar sobre a sua sexualidade ser uma decisão que só cabe ao profissional tomar, e o primeiro item que precisa ser avaliado deve ser o seu desejo pessoal, aqueles que optam por não compartilhar essa informação precisam esconder a sua verdadeira identidade, o que pode causar prejuízos, até mesmo, em sua vida pessoal.

Aqui, novamente, não há uma regra sobre como se assumir gay, mas, em geral, os colegas e chefes mais próximos são os primeiros a saberem, já que são pessoas mais íntimas. Após, o ideal é contar para o RH da empresa — setor que é capaz de desenvolver ações de apoio aos colaboradores LGBTQI+. Também costuma ser interessante conversar com outras pessoas que já vivenciaram esse processo a fim de trocar experiências.

Se, após assumir a sua sexualidade, você sofrer repressão no ambiente de trabalho, é importante saber que a homofobia se tornou crime e que, nesse caso, o profissional pode contar com amparo da justiça.

Agora que você já sabe como se assumir gay, lembre-se de que cada pessoa tem o seu próprio tempo e que, muitas vezes, esse processo ocorre de forma gradual, sendo fundamental respeitar o seu momento. Além disso, quando você julgar que está pronto para compartilhar a sua sexualidade, é muito importante contar com uma boa rede de apoio que forneça o suporte necessário para ajudá-lo sempre que for preciso.

Se você gostou do post, siga-nos nas redes sociais (Facebook e Instagram) para receber a atualização dos nossos novos artigos!

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-